Como escolher o melhor serviço de mesa para o seu jantar

Receber convidados em casa para um jantar é sempre um momento para desfrutar de bons momentos e, claro, apreciar pratos que valorizem o melhor da gastronomia. Porém, enquanto planejam a escolha do cardápio, preparam a decoração e adequam suas casas para acomodar as visitas, muitas pessoas se deparam com um questionamento: “qual o serviço de mesa mais adequado para a recepção que vou dar?”

Afinal, essa decisão é primordial para garantir a organização e a fluidez da refeição noturna com bom gosto e tranquilidade além, é claro, de ser um fator fundamental para impressionar a todos os presentes com momentos (e sabores) inesquecíveis.

Foi pensando nesse assunto que reunimos neste post os principais tipos de serviços e também as especificações de cada um deles para lhe ajudar a sanar suas dúvidas e assegurar que tudo saia conforme o planejado durante a noite. Acompanhe!

Serviço à francesa

Para começar, há o serviço de mesa à francesa, uma excelente alternativa para os momentos que demandam bastante formalidade e requinte, como em jantares promovidos por conta de celebrações especiais — sejam elas de noivado ou bodas de casamento, por exemplo.

Justamente por isso é o serviço que mais se prende aos mínimos detalhes para oferecer refeições e atendimento impecável. Aqui, os seus convidados vão estar à mesa, em seus respectivos lugares marcados, com o sousplat previamente disposto sobre ela.

Os garçons — que são indispensáveis, devem ser experientes e estar em quantidade proporcional aos que se encontram no recinto para não gerar atrasos — ficam encarregados de levar os alimentos em porções pré-montadas na travessa a um por um dos presentes para que este se sirvam da forma que desejarem e, principalmente, com total tranquilidade.

A ordem dos pratos deve seguir: duas entradas, um prato principal e, por último, duas sobremesas. Sempre, é claro, tendo talheres, louças e demais utensílios trocados ao fim de cada um. Outro ponto importante e que é uma etiqueta clássica do serviço à francesa é a disposição dos pratos pela esquerda e a retirada dos mesmos pela direita sem que haja contato físico tanto com o convidado quanto com a mesa.

Serviço à inglesa

O serviço à inglesa, por sua vez, conta com um pouco menos de requintamento que a alternativa anterior, embora mantenha a formalidade do momento. É uma opção que pode ser aplicada, por exemplo, em jantares de negócios ou de comunicados importantes à família.

Contudo, é importante ficar atento quanto às duas vertentes deste serviço que possuem características específicas: a direta e a indireta. Na primeira, os pratos são montados na hora com os alimentos que são servidos pelos garçons nas travessas às pessoas, sempre em quantidades similares para todos os convidados.

Já na segunda, há o acréscimo de um item elegante e marcante em qualquer jantar: o guerridón. É nele que os alimentos são dispostos em uma bandeja e apresentados aos que estão presentes para possíveis indicações de preferência em relação à comida e também quanto à quantidade que vai ao prato. Somente depois disso ele é montado e servido.

Dependendo da quantidade de visitas que você receba para o jantar, é indispensável contar com uma equipe de profissionais para agilizar o serviço e evitar que haja longas esperas ou pior: os pratos quentes esfriem no intervalo de tempo em que as pontas da mesa são atendidas.

Serviço à americana

Outro tipo de serviço de mesa é à americana, muito comum em ocasiões mais informais com um número médio ou grande de amigos e familiares, por exemplo, e em ambientes nos quais há menos espaço e se demanda uma maior dinamicidade para evitar demora e contratempos quanto à montagem dos pratos.

Portanto, como já é de se supor pelo que mencionamos, seu funcionamento ocorre de maneira self-service — podendo ser dispensada, caso seja do seu desejo, a presença de garçons — o que dá mais liberdade aos presentes para se servirem quando quiserem e, principalmente, como desejarem.

Porém, é importante atentar-se que justamente por conta dessa característica é fundamental ofertar aos convidados um cardápio diversificado desde as entradas até as sobremesas. Além disso, ele deve ser bem disposto em ilhas formadas por mesas ou aparadores posicionados em áreas com boa circulação — o que otimizará, inclusive, a conservação e a reposição dos alimentos.

Serviço empratado

Por fim, temos o serviço empratado, que pode ser utilizado em situações formais, como aqueles jantares nos quais se reúne colegas de trabalho para celebrar conquistas e debater assuntos importantes.

Geralmente, é o mais demorado por dispor aos seus convidados, que vão estar sentados à mesa, um cardápio com, pelo menos, duas ou três opções de pratos não apenas para a refeição principal, mas também para as entradas e as sobremesas. Ou seja, ele é à la carte.

Por essa razão, é comum que as pessoas presentes sejam servidas em intervalos de tempo distintos, embora sempre próximos, de acordo com o pedido que fazem. Logo, é fundamental contar com uma equipe de cozinha coesa, ágil e experiente para que ninguém espere mais do que o necessário ou ocorra equívocos quanto às solicitações feitas.

Outro aspecto crucial é que este tipo de serviço obrigatoriamente inicia-se dos mais velhos para os mais novos e das mulheres para os homens. Além disso, é interessante já conhecer os gostos e, principalmente, as restrições alimentares de quem você convida para que o cardápio atenda a todos os paladares de forma igualitária e não cause desconfortos ou mal-estares.

Como você leu, há sempre um tipo de serviço de mesa que se adequa mais a cada ocasião fornecendo, dessa forma, o requinte e o bom gosto necessário para seus convidados. Portanto, leia e releia este post sempre que tiver dúvidas de qual é o mais indicado para o que você planeja para que a organização e a decoração da sua casa estejam impecáveis para as suas visitas.

Aproveite também para entrar em contato agora com a gente para contratar o serviço ideal — seja ele de buffet ou chef em casa, por exemplo — para o seu jantar!