Como escolher panelas: confira os principais tipos e como usá-las

Seja porque você resolveu começar a desenvolver um hobby culinário, porque se engajou em um projeto de vida mais saudável, ou simplesmente porque resolveu morar sozinho, é provável que você, em algum momento, prepare sua própria comida.

Se você já reparou nas lojas de utensílios para cozinha, dever ter notado a grande variedade de panelas disponíveis no mercado. São materiais, formas e preços diversos. Assim, surge a dúvida: como escolher a melhor panela diante de tantas opções?

Ao longo deste guia, você vai conhecer os materiais disponíveis no mercado e entender os pontos fortes e fracos de cada um. Confira!

As panelas não são todas iguais

É comum que tanto cozinheiros iniciantes, quanto aqueles que já tem mais tempo diante do fogão, não deem muita atenção aos materiais na hora de escolher suas panelas.

Entretanto, como veremos, cada material poderá proporcionar resultados diferentes, e vai demandar cuidados e atenção personalizados, tanto para conservação, quanto para extrair o melhor sabor dos alimentos.

Panelas antiaderentes de alumínio, por exemplo, são excelentes para fazer omeletes e frituras leves e delicadas, enquanto uma frigideira de ferro fundido é a preferência de muitos chefs profissionais quando se trata de carnes altas, como filé mignon e porterhouse steak.

​Panela de alumínio

Provavelmente as mais presentes em todas as casas brasileiras, as panelas de alumínio são baratas, leves, aquecem rapidamente e são fáceis de manusear.

A principal desvantagem desse tipo de panela é a liberação de metais pesados na comida. Esse fenômeno acontece, sobretudo, quando preparamos alimentos ácidos, como tomates, ou ricos em enxofre, como espinafre. Além disso, embora aqueçam rapidamente, as panelas de alumínio também esfriam rapidamente, não sendo indicadas para conservar os alimentos quentes.

Atenção: com o uso, é comum que as panelas de alumínio se tornem escuras por dentro. Essa camada escura diminui a emissão de metais prejudiciais à saúde. Portanto, nada de arear suas panelas!

Panela de ferro

As panelas de ferro, diferentemente daquelas de alumínio, retém o calor dos alimentos por muito tempo. Além disso, possuem excelente resistência e durabilidade, chegando a se tornar melhores com o passar do tempo.

Por atingirem altas temperaturas e poderem ir ao forno, não é raro que as panelas de ferro fundido estejam entre as favoritas dos chefs profissionais, que as utilizam na preparação de cortes altos de carne.

Ademais, pesquisas acadêmicas demonstraram que o ferro presente na superfície da panela é transferido para os alimentos durante a cocção, tornando as panelas de ferro aliadas no combate à anemia.

Entretanto, panelas feitas de ferro também apresentam algumas desvantagens: elas são mais pesadas, o que faz com que seja difícil manuseá-las. Outro problema recorrente é a ferrugem, quando não se tomam os devidos cuidados na limpeza, secagem e manutenção.

Panela de vidro

Embora hoje não sejam tão comuns nas cozinhas, as panelas de vidro são uma das melhores opções para quem deseja cuidar da saúde. Isso porque o vidro é um material completamente inerte, ou seja, não reage com os alimentos e nem libera nenhum tipo de substância química.

Além disso, panelas feitas de vidro não grudam os alimentos e ainda permitem que eles sejam visualizados em seu interior durante o cozimento. Ademais, são fáceis de lavar e conservam o calor por bastante tempo.

Ao utilizar as panelas de vidro, entretanto, é preciso ter cuidado: embora elas demorem para esquentar, continuam quentes por bastante tempo, o que pode fazer com que cozinheiros inexperientes queimem os alimentos ou as mãos. Outro ponto negativo é o peso das panelas devido o vidro temperado e espesso.

Panela de aço inox

Bonitas e extremamente duráveis, as panelas de aço inox vem ganhando a preferência nas cozinhas brasileiras, sobretudo devido à excelência de marcas, como a Tramontina.

Apesar dos preços um pouco mais elevados, as panelas de inox distribuem o calor de modo uniforme, aquecem rapidamente e conservam o calor razoavelmente bem.

 

Panela de cerâmica

Apesar de caras, as panelas de cerâmica são antiaderentes, fáceis de limpar, de manusear e conservam bem o calor. No entanto, esse tipo de panela é frágil e pode quebrar com facilidade. Além disso, é preciso ficar atento durante o seu uso, visto que os alimentos podem se queimar com agilidade, como nas panelas de vidro.

Um ponto que requer especial atenção é a certificação da cerâmica, pois panelas produzidas nos anos 80 ou de modo artesanal podem liberar chumbo e cádmio nos alimentos.

Panela antiaderente

Muito famosas pela praticidade, as panelas antiaderentes requerem pouca ou nenhuma gordura para fritar, aquecem rapidamente, são leves e fáceis de limpar e manusear.

São recomendadas para o preparo de alimentos delicados, como omeletes, ovos mexidos e proteínas animais mais frágeis, como peixes e frango.

Entretanto, esse tipo de panela pode apresentar alguns riscos à saúde. Isso porque a característica antiaderente é devido ao politetrafluoretileno (PTFE), material que reveste as panelas e é liberado nos alimentos com o tempo. Para evitar a liberação do revestimento, recomenda-se o uso de utensílios de silicone ao manusear esse tipo de panela.

Panela de barro

Indicadas para o preparo de alimentos líquidos, as panelas de barro retém bastante calor, além de apresentarem um design que remete ao campo e às tradicionais refeições coloniais, feitas no fogão a lenha.

Por serem geralmente feitas de forma artesanal, é comum que essas panelas não tenham um acabamento interno perfeito, o que pode fazer com que os alimentos grudem nos cantos e dificultem a limpeza.

Panelas de boutique

Algumas marcas, tanto nacionais como estrangeiras, foram além e transformaram as panelas de simples utensílios a verdadeiros itens de luxo, que podem chegar a custar R$2.000,00.

Presentes muitas vezes em endereços sofisticados e aproveitando a valorização recente da cozinha, marcas como as francesas Staub e Le Creuset, a alemã Silit e até mesmo a brasileira Tramontina tem investido em design e qualidade para conquistar um público cada vez maior.

Celebridades gastronômicas, como o chef Gordon Ramsay e a apresentadora Ana Maria Braga, também tem aproveitado o momento oportuno para lançar linhas de panelas coloridas e atraentes para aficionados e amantes da cozinha em geral.

Agora que você já sabe como escolher panelas para obter os melhores resultados na cozinha, é hora de colocar a mão na massa! Para não fazer feio, confira as dicas que separamos para você preparar um jantar perfeito.