Como montar e ter um bar em casa

Ter um bar em casa se tornou uma verdadeira febre no design de interiores e a cada dia ganha mais adeptos. Afinal, além de contribuir para personalizar a decoração do lar, ele pode ser aquele detalhe que faltava para uma recepção diferenciada dos seus convidados, desde reuniões familiares a jantares de negócio, com muito bom gosto e requinte.

Pensando nisso, preparamos um post completo com dicas essenciais do que é preciso para montar o seu e, como escolher o ambiente adequado, definir o cardápio de bebidas é claro, o que não pode faltar nele. Acompanhe!

Como escolher o ambiente adequado para montar o bar

A primeira dica para ter um bar em casa trata-se de decidir o ambiente adequado para a sua instalação. Para chegar a essa decisão você deve levar em conta algumas características importantes como iluminação, espaço e, é claro, fluxo de pessoas.

A primeira é por conta do efeito dos fachos de luz, sejam eles naturais ou artificiais, sobre as bebidas. Logo, a luminosidade do recinto deve ser indireta e, preferencialmente, difusa. Já o espaço do cômodo também é importante para que ele não fique sobrecarregado com as dimensões de um móvel a mais, tornando-se menor visualmente.

Por fim, o fluxo de pessoas é um aspecto imprescindível, pois não fará sentido um bar em um ambiente isolado e que demanda que suas visitas precisem se locomover de um canto a outro a todo o momento para se servir.

Por isso, as áreas da sua residência mais adequadas para comportar o seu bar são as salas de estar e jantar ou a varanda/sacada — quando está é integrada ao interior do imóvel.

Quais móveis escolher para armazenamento de bebidas e acessórios

Uma vez decidido o cômodo, chega o momento de definir como será o móvel que vai compor o bar em casa. Afinal, existe uma infinidade de modelos no mercado que podem complementar o mobiliário já existente em sua casa e causar um excelente apelo estético ao ambiente.

Para quem conta com recintos maiores no lar, por exemplo, os balcões (como os que interligam a sala à cozinha no estilo americano) e os armários são ótimas alternativas, especialmente por permitir que você armazene e organize com mais facilidade utensílios e bebidas.

Contudo, para quem deseja mais discrição assim como ocupar menos espaço algumas peças costumam ser recorrentes, como é o caso dos aparadores (sejam eles móveis ou não) e das mesas de canto (muitas delas contam, inclusive, com bandejas personalizadas).

Outra opção que têm ganhado bastante adeptos nos últimos anos pela versatilidade e pelo estilo mais contemporâneo são os bares verticais.

Eles são compostos por nichos modulares, prateleiras e aparadores aéreos. Uma possibilidade original e diferenciada para quem deseja otimizar o espaço, aumentando a área de circulação, e facilitando o acesso das visitas a eles.

Os utensílios que são indispensáveis

Os utensílios que vão ajudar a compor o seu bar em casa devem ser pensados com muito cuidado, já que na esmagadora maioria das vezes eles ficarão expostos constantemente, em especial quando você receber amigos e familiares em casa.

Logo, as peças devem harmonizar com o ambiente que está inserido sem gerar contrastes por conta do material com qual são feitos, cores ou acabamento que possuem. Para que não haja confusões e você se certifique de que possui todos os itens necessários para um bar completo, siga a nossas sugestões a seguir:

Copos e taças

Estes devem ser de acordo com cada tipo de bebida, visto que os diferentes modelos desempenham um papel importante para um consumo moderado, na formação de espuma, no controle da temperatura, facilitação da oxigenação etc.

Alguns exemplos são as taças para champagne, licor e vinho e os copos shot e on the rocks, sempre sendo dispostos em jogos e do menor para o maior.​

Acessórios

Já os acessórios, por sua vez, complementam o bar deixando-o mais funcional e otimizado para que você não precise recorrer a todo momento à cozinha para finalizar um drink — o que afeta negativamente não apenas a sua experiência em saborear uma bebida, como também a dos seus convidados.

Alguns exemplos são: coqueteleira, saca-rolhas, balde térmico, dosador, pinça para gelo, abridor multiuso de garrafa e cortador de lacre.

Quais bebidas não podem faltar no bar em casa

Por fim, chegamos ao toque final para completar o seu bar em casa: a escolha das bebidas. Ao mesmo tempo que parece simples, essa etapa rende muitas dúvidas em quem deseja possuir um espaço na residência que seja agradável, diversificado e capaz de atender aos mais diferentes paladares.

Isso porque ocorrem questionamentos constantes sobre a quantidade certa de bebidas que se deve ter, quais são os tipos adequados ao local e até mesmo como proceder com a correta conservação.

Portanto, o primeiro passo é compreender que as bebidas que precisam ser armazenadas em baixas temperaturas para serem servidas geladas, como é o caso da cerveja, não são recomendadas, exceto, é claro, se você contar com frigobar ou uma minigeladeira. Dito isso, abaixo, reunimos as opções mais recorrentes e indicadas para o seu bar em casa:

  • bebidas destiladas: aguardente, vodka, tequila, uísque, conhaque e licor;
  • bebidas fermentadas: vinho tinto, vinho branco, vinho rosé, sidra e champagne.

A quantidade ideal para cada uma delas é de um frasco ou uma garrafa por tipo diferente. Assim, cria-se um cardápio bastante variado, mas sem excessos. Outro ponto importante é que as bebidas precisam ser conservadas sem exposição direta à luz, seja ela natural ou artificial, e em uma área livre de umidade para não terem variação de cor ou oxidarem.

Agora que você já sabe o que é necessário para montar um bar em casa com muito bom gosto e elegância, não deixe de seguir nossas dicas para oferecer as suas visitas uma experiência completa de sabores e aromas que vão desde as refeições à degustação de bebidas.

E se você gostou deste post não deixe de curtir a nossa página no Facebook para ficar por dentro de outras sugestões para deixar seu lar ainda mais convidativo!