Como combinar bebidas com o tipo de culinária servida?

Para um almoço ou jantar entre familiares ou amigos, muitas vezes é fácil escolher uma refeição, enquanto que definir o que beber pode ser um pouco mais difícil, não é mesmo?

Afinal, é necessário que os sabores sejam harmônicos e garantam uma experiência deliciosa aos convidados. Mas, você sabe como combinar bebidas com o tipo de culinária servida? Não se assuste! É mais fácil do que parece.

Neste post separamos informações e dicas para que você consiga oferecer uma recepção completa e incrível. Continue a leitura e descubra qual o momento certo para servir o vinho, o suco ou a cerveja, por exemplo. Vamos lá?

Vinhos

Uma das bebidas preferidas para jantares e almoços, sem dúvidas, é o vinho. A grande preferência faz sentido, pois há uma enorme diversidade de tipos que atendem a diferentes gostos e culinárias. Até mesmo quem não gosta de bebida alcoólica costuma se render a uma taça de vinho.

Essa grande variedade costuma trazer dúvidas sobre como fazer a melhor harmonização. Sendo assim, para não errar, veja a seguir as principais sugestões para combinar o vinho com o prato servido:

  • vinho tinto: perfeito para acompanhar carnes;
  • vinho tinto seco encorpado: vai muito bem com carnes assadas e queijos brancos, como o brie;
  • vinho tinto seco: possui uma vasta combinação, massas com molho de tomate ou de ervas, por exemplo;
  • vinho branco: para acertar em cheio, combine-o com frutos do mar;
  • vinho rosé: combina perfeitamente com carnes grelhadas, frango assado, massas italianas e também com entradas, mas não combina com peixes e carnes gordas.

Cervejas

As cervejas estão entre as bebidas preferidas dos brasileiros. Como há essa grande simpatia, é compreensível o desejo de servi-las nas refeições, não é mesmo? Porém, tenha atenção para harmonizar corretamente, sobretudo pelo gosto amargo dela.

Sendo assim, para não errar, aposte na combinação com dobradinha cerveja ou churrasco, que é garantia de sucesso. Apesar disso, você pode ir além! Veja algumas combinações:

  • cerveja tipo Pilsen: como são mais leves, vão muito bem com pratos preparados com nozes, queijos, camarão e lula;
  • cerveja tipo Weiss: para quem busca mais sofisticação, essa cerveja, que é típica da Alemanha, casa perfeitamente com comida mexicana e saladas;
  • cerveja tipo Porter e Stout: essas cervejas pretas possuem sabor de chocolate e café, sendo perfeitas para acompanhar os doces da sobremesa. Interessante, não?

Sucos naturais

Para quem prefere uma bebida mais saudável, a melhor alternativa é o suco natural. Entretanto, é válido ressaltar que, dependendo da fruta, isso não significa poucas calorias.

Por exemplo, os sucos de laranja e melancia são muito calóricos, pois contém muito açúcar devido a alta concentração de frutas. Diante disso, a dica é optar por aqueles diluídos em água, como limão ou abacaxi.

Voltando ao tema como combinar bebidas com comidas, saiba que os sucos dão certo com todos os tipos de pratos: massas, carnes e peixes. Mas algumas combinações são absolutamente perfeitas. Veja:

  • limonada suíça: contribui para realçar o sabor de comidas com muitos condimentos;
  • caju: vai muito bem com peixes;
  • morango e amora: como são bem adocicados, combinam com carne branca grelhada;
  • laranja e abacaxi com hortelã: contribuem para a digestão, por isso, são indicados para consumir com carne vermelha.

Bebidas sem álcool

Ao preparar uma recepção é necessário levar em consideração que muitas pessoas não consomem álcool. Por conta disso, é preciso entender como combinar bebidas desse tipo com a comida oferecida. Até porque ninguém quer fazer feio na frente dos convidados, não é?

Uma das opções são os sucos, como já mencionamos, mas não somente eles. Há os chás gelados, água de coco e sodas. Entenda quais são as melhores combinações:

  • chá gelado:  apesar de parecer estranho servir durante as refeições, eles são perfeitos para acompanhar massas com molho mais leve, sobretudo, os chás com limão;
  • água de coco: é leve e saudável, e combina com pratos que tenham limão, hortelã ou gengibre em sua preparação. O filé de pescada, é uma ótima indicação;
  • sodas: são indicados para acompanhar quitutes, como salgadinhos (bolinho de queijo, coxinha, empadinha, etc) e também bolos de festas.

Coquetéis

Gosta de se aventurar em ser bartender? Então, aposte nos coquetéis para acompanhar as refeições servidas. Essa é uma alternativa para fazer misturas inusitadas, criar sabores diferenciados e ainda preparar drinks — com e sem álcool.

Você pode criar suas versões e misturas para os coquetéis, mas tenha cuidado para não errar na dose e deixá-los com sabor desagradável. Além disso, atente-se ao escolher os ingredientes de acordo com os pratos. Veja algumas sugestões:

  • com destilados: coquetéis como caipirinha e margarita são recomendados para antes da refeição, junto com aperitivos. Fora isso, para um encontro informal, esses drinks podem acompanhar finger food, como batata-fritas ou iscas de peixes;
  • com licor e creme: são doces, portanto, deixe para depois das refeições;
  • com sucos naturais: esses são refrescantes e perfeitos para dias quentes. No entanto, os preparos mais doces devem ser oferecidos após a refeição.

Entendeu como combinar bebidas de acordo com os pratos servidos? Agora, confira algumas dicas preciosas para conquistar a harmonia perfeita entre comes e bebes. Acompanhe tudo e surpreenda em suas recepções em casa.

Quebre o doce

As bebidas podem acompanhar as sobremesas, entretanto, é preciso quebrar o doce para conseguir um sabor mais agradável ao paladar. Para isso, a dica é reduzir o gosto adocicado de um dos lados.

Por exemplo, se o prato oferecido já possui um bom nível de açúcar, procure reduzir na bebida. O inverso disso também é recomendado.

Aposte nos ácidos

Muitas vezes, ao buscar a harmonização perfeita entre a comida e a bebida, evita-se sabores que se aproximam. Contudo, é possível arriscar nessa linha. Com pratos que têm predominância ácida, é possível apostar em bebidas seguindo o mesmo conceito. Tenha cuidado para não exagerar, certo?

Tente misturas inusitadas

Apesar de existir indicações para fazer a harmonização de comidas e bebidas, não se trata de um protocolo rígido ou um guia de boas maneiras mas, de sugestões. Por isso, sempre que possível, arrisque-se nos sabores, pode sair algo muito legal.

Agora que você sabe como combinar bebidas com o tipo de culinária, aproveite e assine nossa newsletter para receber mais conteúdos como esse!