Como escolher taça para vinho e copo para cerveja sem errar?

É muito bom quando conseguimos apreciar nossas bebidas preferidas adequadamente. No entanto, isso não significa que devemos aprender a distinguir tipos de bebidas ou saber quais suas composições. A cerveja e o vinho, por exemplo, possuem muitas  variações e saber qual a taça para vinho e copo para cerveja usar é essencial para uma experiência completa.

Nesse sentido, quando bebemos uma cerveja, o tipo de copo interfere consideravelmente na sua apresentação, liberação de aroma e formação de espuma, o que contribui para ter uma degustação única.

Do mesmo modo, o vinho é uma bebida elegante e prazerosa, além de seus benefícios para a saúde. Para usufruir de todas as suas características, portanto, é necessário utilizar uma taça adequada que reforce ainda mais os seus aromas e sabores.

Pensando nisso, preparamos este post para que você saiba exatamente como escolher a taça para vinho e o copo para cerveja sem errar. Continue lendo!

Características importantes da taça para vinho

 

meu bistro

 

Apreciar por completo um bom vinho exige que a bebida atinja corretamente as papilas gustativas distribuídas na nossa boca e língua. E para que isso aconteça, os diferentes tipos de taças permitem que ocorra um contato em áreas diferentes, diminuindo ou aguçando sabores específicos.

O formato das taças também promove um melhor aproveitamento do corpo da bebida, da manutenção da temperatura e dos seus aromas. Ou seja, errar no recipiente em que for servir pode ser prejudicial para as características da bebida.

Assim, você deve prestar atenção em alguns detalhes na hora de escolher. Boas taças são feitas de cristal transparente, com hastes longas para que o local onde a bebida concentra não seja tocado, evitando a alteração da temperatura.

O tamanho delas também diz bastante sobre a bebida que vai receber. Enquanto as taças grandes são ideais para vinhos que precisam ter um maior contato com o oxigênio, as menores são adequadas para espumantes e as curtas casam perfeitamente com vinhos doces.

Taças ideais para cada vinho

Confira agora as taças ideais para cada tipo de vinho:

Taça Bordeaux

O seu design de bojo é maior e a boca é mais fechada. Essa taça foi elaborada para apreciadores de vinhos encorpados e forte tanino, como os produzidos a partir da uva Cabernet Souvignon.

Essa espécie de taça segura aromas, concentrando-os a fim de reforçar o sabor e facilitar o direcionamento para a ponta da língua.

Taça Borgonha

O seu design lembra bastante um balão, com o bojo maior que as taças Bordeaux. Esse tipo de taça é ideal para vinhos que possuem aromas imperdíveis, permitindo o contato da bebida com a língua, para reduzir sua acidez. Casa muito bem com uvas Riojas, Pinot Noirs e Nebbiolos.

Taça de vinho branco

Ela foi elaborada para o consumo rápido e fácil do vinho. Possui um bojo menor e é mais baixa, fazendo com que o volume preenchido da taça seja reduzido e não favoreça o aumento da temperatura, uma vez que esses vinhos precisam ser consumidos gelados.

Taça de vinho rosé

Os rosés são uma deliciosa mistura de taninos encontrados nos vinhos tintos e aromas presentes nos brancos. Por isso, é interessante usar taças pequenas, mas que tenham um bojo grande, valorizando suas características.

Taça ISO

A taça ISO é o padrão que se adapta para qualquer tipo de vinho. Ela é bastante utilizada em eventos de degustação e restaurantes. Possui um tamanho menor em relação às tradicionais taças de vinho, contudo, tem um bojo maior e a boca mais fechada.

Taça de espumantes

Essa taça também é conhecida como Flute (flauta), devido ao seu formado alongado e fino. O seu design é ideal para formar as bolhas da bebida espumante, colaborando com seu aroma e sabor. Como seu volume é pequeno, essa taça não prejudica a temperatura da bebida.

Taças de vinhos doces

Com bojo e tamanho pequenos, são ideais para o consumo de vinhos doces, que não devem ser ingeridos em maiores quantidades. O seu formato com a boca um pouco fechada permite que a bebida possa ser levada diretamente para a ponta da língua, local em que saboreamos paladares mais doces.

Copo para cerveja ideal

 

cerveja

A falta de informações relacionadas ao copo de cerveja no nosso país, faz com que a maioria dos brasileiros errem na hora de saber em qual deles apreciar sua bebida.

Além disso, cada copo tem um formato que se estabelece com um tipo de cerveja, proporcionando diferenças na hora de degustar uma boa cerveja. Confira agora cada cerveja que deve ser servida em seu devido copo:

Pilsner

Cônico e alto, esse copo tem a boca larga e é apropriado para as cervejas do tipo Pilsen, visto que permite a formação de um bom creme e conduz o aroma da cerveja para o nariz.

Lager

Muito comum em bares para servir chopp, esse copo auxilia na formação e manutenção do creme. O seu uso combina muito bem com cervejas do tipo pilsner e american lager.

Caldereta

O copo caldereta é indispensável para se ter em casa. Possui uma grande versatilidade, o que contribui para que nele sejam servidas desde lagers claras, passando por IPAs, Bitter e chegando em Porter e Stout.

Pint

Conhecido também como Becker, ele é ideal para as cervejas do tipo Bitter e Stouts. Possui um desenho simples, barato e comporta uma grande quantidade de cerveja.

Weizen

As cervejas de trigo (Weiss) combinam perfeitamente com esse tipo de copo. Inclusive, o corpo e a cor da cerveja ficam admiráveis e, como são copos altos, permitem que todo o conteúdo de garrafas de 500 ml seja colocado neles, sobrando ainda espaço para a espuma, como ordena a tradição.

Tulipa

Perfeita para cervejas que têm bastante creme, como a Duvel e outras Strong Ales Belgas. Possui um desenho elegante e baixo, fazendo com que seja possível observar a evolução da espuma. Lembrando que, não se deve confundir com o copo Pilsner, que aqui no Brasil chamamos de tulipa.

Cálice

Conhecido na Bélgica como Goblet, esse copo lembra a flor do mesmo nome. São muito bonitos e, por vezes, ostentam um dourado na borda. Eles são feitos para manter íntegro o creme, bem como permitir maior percepção de aroma. Podem ser utilizados com os estilos, Quadrupel, Tripel e Dubbel.

Caneca

Muito usada para servir o chopp ou cervejas vendidas na pressão. Há vários tamanhos, contudo, normalmente são robustas, possuem vidro grosso e algumas contam com apoio para o polegar na alça.

Flauta

Em formato de uma flauta, são bastante usados para beber espumantes, no entanto são perfeitos para cervejas do tipo Faro, Gueuze e Lambic.

Taça

Não se ligam a nada específico, mas são muito usadas com cervejas, seja pela ergonomia, seja pela elegância que oferecem.

Como você pôde ver até aqui, são vários tipos específicos de copos para vinhos e cervejas que, como já dissemos, interferem e alteram consideravelmente o gosto, aroma, corpo, entre outros atributos das bebidas. Ou seja, o ideal é conhecer e provar essas delícias, não é mesmo?

E aí, gostou do nosso post sobre a taça para vinho e copo para cerveja?

Compartilhe esse texto nas suas redes sociais e ajude a difundir esse conhecimento!

Encontre seu Personal Chef em nosso site !