Conheça os melhores chefs do Brasil

O nosso país tem despontado cada vez mais no cenário internacional da gastronomia. Isso graças ao trabalho de alguns dos melhores chefs do Brasil, profissionais renomados que prezam por unir o melhor da brasilidade com técnicas refinadas da culinária.

Quer conhecer um pouco mais sobre o trabalho deles? Confira a lista que preparamos hoje!

1. Alex Atala

Talvez um dos chefs mais famosos do Brasil, Alex Atala coleciona premiações e títulos de prestígio. Em 2012, a revista britânica Restaurant — de alto prestígio no meio gastronômico — consagrou o restaurante D.O.M, chefiado por Atala, como o quarto melhor do mundo.

Em 2015, ele também ganhou grande destaque no Guia Michelin. Em uma avaliação de zero a três, o D.O.M recebeu duas estrelas, enquanto o Dalva e Dito (outro restaurante de Atala) recebeu uma estrela. Essas notas garantiram a Atala o posto de chef brasileiro mais bem avaliado pelo Guia, que é uma espécie de vitrine gastronômica para todo o mundo.

Atala também dá grande importância aos ingredientes tipicamente brasileiros, além de valorizar o trabalho dos produtores locais. Uma das marcas registradas do chef é a forte presença de insumos da Amazônia em seus pratos. Apaixonado pela gastronomia, ele não tem medo de ousar e trazer muita criatividade para as criações que apresenta.

2. Helena Rizzo

A chef Helena Rizzo é, hoje, uma das mulheres mais influentes da gastronomia, e não só no Brasil. Em 2014, um ranking da mesma revista Restaurant elegeu a brasileira como a melhor chef mulher do mundo.

E não é para menos. À frente do Maní, um dos restaurantes mais conceituados de São Paulo, Helena se baseia em ingredientes comuns da culinária brasileira para fazer mágica na cozinha. Antes de ingressar no restaurante com pegada contemporânea, a chef percorreu vários países europeus para aprender, na prática, o mundo da gastronomia.

3. Roberta Sudbrack

Em 2015, foi a chef Roberta Sudbrack que recebeu da revista Restaurant o título de melhor chef mulher da América Latina. Em comum com os chefs já citados aqui, Roberta tem orgulho das raízes culinárias brasileiras.

As criações que apresenta carregam em si memórias afetivas da chef, com uma bela pitada de vanguardismo. Em 2005, ao abrir o restaurante que carregava seu nome, Roberta Sudbrack trouxe para o Brasil um conceito até então desconhecido: um menu degustação que mudava todos os dias.

Com mais uma demonstração de ousadia, a casa fechou as portas no começo desse ano. Pelo facebook, Roberta declarou que se dedicaria a projetos mais acessíveis (o menu mais barato em seu antigo restaurante era de R$250), incluindo a comida de rua.

4. Thiago Castanho

Um dos chefs mais inovadores do Brasil, é assim que o paraense Thiago Castanho foi definido pelo The New York Times. Com menos de 30 anos, Castanho está há quatro anos na lista da Restaurant que faz a classificação dos 50 melhores restaurantes do mundo.

Sediado em Belém, o Remanso do Bosque, uma das casas chefiadas por ele, é o único fora do eixo Rio-SP que aparece na lista. Como não podia ser diferente, Castanho defende a cozinha feita com ingredientes locais, valorizando as riquezas naturais e o trabalho dos produtores regionais.

Atualmente, Thiago Castanho comanda o programa “Cozinheiros em Ação”, do canal GNT.

5. Morena Leite

A chef Morena Leite carrega a gastronomia no sangue. Cresceu no restaurante de comida natural dos pais, em Trancoso. Aos 17 anos, deixou a Bahia e seguiu para Paris, onde se formou pela Le Cordon Bleu, a escola de culinária mais famosa do mundo.

Hoje, ela é chef proprietária do grupo Capim Santo e é conhecida por trabalhar, de forma saudável, os ingredientes naturais do Brasil com as clássicas técnicas da gastronomia francesa. Morena já lançou e participou de diversos livros de gastronomia, entre eles “Brasil Ritmos e Receitas” e “Doce Brasil Bem Bolado“.

6. Rodrigo Oliveira

De família pernambucana, o chef Rodrigo Oliveira aproveita de suas raízes culinárias para ser um dos profissionais mais admirados do país. Ele comanda a cozinha do restaurante Mocotó, que foi inaugurado por seu pai nos anos 1970 e hoje é um dos estabelecimentos mais renomados da América Latina.

Uma das receitas mais conhecidas é a de dadinhos de tapioca, hoje muito repetida em todo o Brasil. Mesmo localizado na periferia de São Paulo — e bem longe do centro gastronômico da cidade —, o Mocotó atrai, todos os meses, cerca de 25 mil visitantes.

Bônus: chefs promissores do Brasil

Os nomes acima ajudam a botar o Brasil como destaque no mapa gastronômico mundial. Atrás deles, uma nova geração de chefs promete continuar o bom trabalho e surpreender o público cada vez mais.

Vamos conhecer alguns deles?

Chef Bruna Kao

É inegável a influência asiática da brasileira Bruna Kao, que é filha de taiwaneses e neta de chineses. Sua iniciação no mundo culinário foi ainda criança, aprendendo com o avô. Já adulta, fez cursos de culinária na China, na Tailândia e na Malásia.

Hoje, é uma das poucas chefs no Brasil que conduzem a tradicional cerimônia do chá.

Chef Gabriel Trillo

O jovem belo-horizontino já passou pelo D.O.M, de Alex Atala, e por outros restaurantes importantes, como o Verano e o Ouro Minas Palace Hotel. Trillo também já assinou o cardápio do Café Cine Brasil e se destaca como um dos nomes promissores da culinária mineira.

Chef Izabela Dolabela

A chef Izabela Dolabela, que também é mineira, ficou conhecida em todo o país quando participou da primeira edição do programa Masterchef Profissionais, exibido pela Band. Izabela é conhecida por produzir receitas naturais e saudáveis de forma refinada. Hoje, morando em São Paulo, ela chefia a cozinha do restaurante Brunch & Catering.

Além de inspirar esses profissionais promissores, os melhores chefs do Brasil também contribuem para que cresça o interesse na boa gastronomia, que hoje é um dos assuntos de maior interesse dos brasileiros.

Quer ter a chance de receber em casa profissionais de renome e conhecer receitas de alta qualidade? Entre em contato conosco!