Guia prático: aprenda como organizar um jantar inesquecível

Para quem simplesmente adora receber os amigos e familiares para uma refeição inesquecível em casa, não é segredo nenhum: para poder curtir o momento com eles, o ideal é pensar com antecedência em como vai ser o evento.

Se você faz parte desse time, vai amar saber que, no post de hoje, elaboramos um guia completo de como organizar um jantar inesquecível na sua casa, dos primeiros passos do planejamento à limpeza depois da festa!

Gostou? Continue lendo e descubra como receber em casa com o máximo de sucesso e o mínimo de estresse!

1. Planejamento: passo a passo para se organizar

Entre uma e quatro semanas antes do grande dia, dependendo do tamanho do jantar que você pretende organizar, é bom já começar a pensar com calma nos detalhes do evento.

Por esse motivo, em primeiro lugar, separamos uma listinha para você ir checando, um item de cada vez, cada coisa necessária a fim de planejar uma noite inesquecível. Confira:

1.1. Convidados

Não é só uma questão de número de convidados — que, claro, deve ter um limite para manter o conforto de todos na sua sala de jantar, certo? —, mas ainda de quem exatamente você irá chamar. Isso deve ser pensado com carinho antes de fechar a lista.

Afinal, para garantir uma noite agradável, é preciso reunir pessoas com grandes chances de se darem bem, caso não se conheçam. Se forem conhecidos, tome cuidado para não se esquecer de ninguém na hora de chamar uma turma que está sempre junta.

Nessa hora, é muito bom poder contar com um amigo ou amiga que pretende chamar de qualquer jeito para pedir palpites em relação à lista de convidados.

1.2. Data e horário

Depois de selecionar cuidadosamente os convidados, é preciso verificar que data e hora serão mais convenientes para todos. Felizmente, hoje em dia é bem simples resolver a questão criando um grupo para o evento nas redes sociais ou nos apps de mensagens instantâneas!

Leve em consideração a rotina dos convidados (saiba se eles trabalham no dia seguinte, se vão deixar os filhos em casa ou se terão que sair direto do escritório para o jantar) e procure conciliar as necessidades de todos, sempre que possível.

Sábados e recessos são ideais para que você prepare a festa com tranquilidade e arrume a casa sem pressa no dia seguinte.

1.3. Orçamento

O próximo passo de como organizar um jantar é estabelecer o budget do evento, assim como decidir se ele será dividido entre os presentes ou coberto por você. Em ambos os casos, não deixe de estipular um valor definido ou, pelo menos, um teto a não ser ultrapassado.

Um jeito bacana de compartilhar parte das despesas com os convidados, sem que o jantar deixe de ser um presente seu, é pedir que eles tragam alguma coisinha pequena, como uma baguete, um queijo ou mesmo uma garrafa de vinho.

1.4. Tipo de jantar

Depois de definir quem você chamará para o evento e da data e hora escolhida, vai ficar mais fácil decidir o tipo de jantar que você vai oferecer: do finger food a uma refeição completa, com vários pratos. Você também pode optar por um tema (como, digamos, comida mexicana ou japonesa) que combine com a ocasião.

A partir daí, suas escolhas para o menu ficarão mais limitadas e, consequentemente, descomplicadas!

1.5. Compras

Não se esqueça, ainda, de planejar as compras para a festa. Alguns itens podem ser difíceis de encontrar ou precisar de tempo para amadurecer (como abacate, por exemplo), enquanto outros devem estar frescos e, por isso, só poderão ser comprados no dia.

Faça a lista de compras com antecedência e divida-a de acordo com o momento em que cada coisa deve ser adquirida, bem como o local (supermercado, padaria, loja de produtos gourmet, etc.).

Lembre-se ainda dos itens não alimentícios, como guardanapos, acessórios de decoração, louça e utensílios de cozinha necessários. Depois, é só colocar o plano em ação seguindo o cronograma!

2. Decoração: como deixar sua casa linda e acolhedora

Outra coisa que pode e deve ser planejada com antecedência é a decoração do jantar. Fique de olho nas nossas dicas para acertar no visual da sua casa e não esquecer de nenhum detalhe para deixar seus convidados bem à vontade:

2.1. Compondo o ambiente

Alguns dias antes da festa, experimente diferentes jeitos de iluminar a sala de jantar. Teste como fica o ambiente com diferentes lâmpadas acesas ou apagadas, se houver mais de uma no cômodo.

Também vale adicionar a luz de um abajur ou posicionar velas em diferentes locais. Eventualmente, pode ser interessante trocar as lâmpadas de luz fria pelas de luz quente (amareladas), para deixar o local mais aconchegante.

Tire o jogo de louças que pretende usar do armário e teste-o juntamente com as toalhas de mesa, guardanapos e outros acessórios para escolher o que mais tem a ver com o clima do jantar, além dos que melhor combinam entre si. Se quiser, baseie-se no tema do evento para deixar a decoração mais divertida!

2.2. Arrumando a mesa

Idealmente, a mesa já deve estar preparada com a louça, talheres, copos e taças quando os convidados chegarem, mesmo que vocês passem um tempo beliscando aperitivos no sofá antes do jantar em si.

Forre-a com a toalha de mesa ou um conjunto de jogos americanos. Posicione os sousplats (se estiver usando), e distribua guardanapos, pratos e talheres no lugar de cada um.

Mesmo que já comecem a beber antes de ir para a mesa, é interessante deixar um outro copo ou taça preparado no lugar de cada um, assim como uma jarra de água. Alternativamente, você pode deixar pratos, copos e talheres organizados sobre um aparador para servir a comida no estilo buffet.

2.3. Além da sala de jantar

Principalmente se estiver chamando pessoas que nunca foram à sua casa antes, é muito importante arrumar o restante dos cômodos também! Assim, eles ficam com uma boa impressão na hora de fazer o tour, concorda?

De preferência, se você for preparar a comida na sua cozinha, procure se planejar para conseguir arrumar um pouquinho da bagunça antes da chegada do pessoal:

  • troque os panos de prato;
  • lave ou pelo menos organize a louça e os utensílios sujos;
  • tire o lixo;
  • troque para um avental limpo, se estiver usando;
  • e passe um pano sobre as superfícies.

O banheiro ou lavabo a ser usado pelos convidados também deve estar limpo, com toalhas frescas, sabonete e rolos extras de papel higiênico visíveis.

2.4. Mimos e extras

Tudo nos trinques? Então, para finalizar, veja algumas ideias de “extras” que podem deixar sua decoração ainda mais pessoal:

  • use marcadores de copos e taças para ninguém perder o seu;
  • deixe visível no banheiro um cestinho com absorventes, um pente, desodorante spray sem perfume, lenços de papel, grampos de cabelo, pó compacto e outros itens de higiene pessoal para uso dos convidados;
  • imprima, para cada convidado, um cardápio com todos os comes e bebes a serem servidos no jantar, detalhando seus ingredientes;
  • e faça plaquinhas com os nomes de cada um, posicionando-as em seus respectivos lugares à mesa.

Flores frescas e velas por toda a casa também são sempre bem-vindos, desde que não atrapalhem a circulação, ok?

3. Menu: escolhendo os comes e bebes

Passemos agora às estrelas do seu jantar: veja aqui o que levar em conta na hora de decidir as opções de comida e bebida para agradar a todos os gostos.

3.1. Estabeleça uma ordem

Drinques, aperitivos, entradas, salada, pratos principais, sobremesa e cafezinho: quais dessas etapas vão compor o roteiro do seu jantar?

Se a proposta for um encontro mais descontraído, pode ser que os drinques e belisquetes acabem sendo a atração principal. Por outro lado, num jantar formal e com menos pessoas, mais pratos significa mais elegância e intimidade.

3.2. Considere o clima

Com o “roteiro” do jantar montado, é hora de decidir o que será servido em cada parte da festa. Para isso, é imprescindível considerar, além do tema e do seu gosto, a época do ano e sua interferência no clima.

Não tenha medo de optar pelas sopas, assados e outros pratos quentes para esquentar até a alma dos convidados no inverno: fondue, caldos, pizzas e outros que exigem réchauds ou o forno constantemente ligado contribuem para deixar a casa aconchegante também.

No calor, aposte em comidas como as saladas, os pratos frios da culinária japonesa, tábuas de frios e sobremesas bem geladas, como sorvetes e pudins.

3.3. Fique de olho nas alergias e restrições

Além de ajudar a delimitar suas escolhas, perguntar aos convidados se eles têm alguma alergia ou restrição alimentar não deixa de ser uma delicadeza da sua parte, não acha?

Se houver alguém com preferências muito destoantes do restante do grupo, é possível deixar pelo menos uma opção que o atenda em cada etapa do jantar, embora o ideal seja fazer o máximo para que cada prato possa ser desfrutado por todos.

3.4. Capriche no visual

Quem está por dentro do universo gourmet sabe que, além do sabor, a apresentação de um prato também é tudo! Sendo assim, escolha com carinho os recipientes em que os comes e bebes vão à mesa e, ainda, faça uma composição diversificada em termos de cores e texturas.

Não precisa dar uma de chef, decorando os pratos com molho e flores. Basta dar um toquezinho de verde, como uma salsinha ou alecrim fresco, o colorido de um tomate, uma tábua de frios com várias cores e até uma sobremesa em camadas para levar o jantar a outro nível de sofisticação.

3.5. Combine a comida com a bebida

Por fim, a não ser que o jantar gire em torno de uma degustação de vinhos ou cervejas, deixe para escolher as bebidas depois que o menu estiver pronto. Desse modo, fica mais fácil harmonizá-las sem erro.

Lembre-se de que você pode muito bem trocar os drinques pelo vinho na passagem do aperitivo para o jantar. Também vale oferecer diferentes garrafas para cada prato e até estourar um espumante na sobremesa ou na chegada dos convidados.

Não deixe de separar também algumas opções não alcoólicas para quem estiver dirigindo e use nossas dicas para calcular a quantidade certa de bebida.

4. Recepção: o que não pode faltar durante o jantar

Com tudo planejado, conferido e reconferido, é hora de abrir as portas da sua casa e receber os amigos e familiares para o jantar que você idealizou com tanto cuidado!

Nessa hora, também é bom contar com algumas cartas na manga para que tudo saia como esperado. Veja só:

4.1. Chegada e apresentações

Planeje-se para que o prato principal fique pronto por volta de uma ou duas horas depois do horário marcado para o início do evento. Assim, os convidados têm uma boa margem de tolerância a atrasos e bastante tempo para se entrosarem enquanto mordiscam algum petisco.

Se houver algum convidado que você não conhece pessoalmente ainda (como o parceiro ou filho de alguém), procure saber seu nome antes da festa: recebê-lo mostrando que você sabe quem ele é certamente o deixará mais à vontade!

Além disso, tenha bebidas a postos e geladas para receber as pessoas logo que chegarem: deixar o balde de espumante e as taças em uma mesinha próxima à porta ou levar os convidados diretamente para o bar assim que chegarem para preparar-lhes um drinque são boas ideias.

Não se esqueça, ainda, de deixar um cantinho, uma cadeira ou cabideiro separado para receber as bolsas e casacos das pessoas à medida que chegarem.

4.2. Música

A escolha da trilha sonora do jantar pode ser quase tão importante quanto a do menu, por isso vale a pena refletir sobre isso um pouquinho antes da festa.

Se não houver possibilidade de saber sobre o gosto musical dos convidados antes do grande dia, opte por algo mais neutro, como música instrumental, um pop leve ou MPB das antigas.

Controle o volume para que a música não se sobreponha à conversa e não hesite em perguntar às pessoas o que elas gostariam de ouvir quando chegarem.

Se não tiver muitas opções de CDs ou trilhas no computador, pode ser interessante contar com um aplicativo de música e um aparelho de som com sinal de Bluetooth para ser conectado ao smartphone.

Outra ideia interessante é montar uma trilha sonora baseada no tema do jantar, com música francesa para pratos da culinária desse país, ópera italiana para massas ou pizzas, instrumentos indianos para a cozinha oriental, e por aí vai!

4.3. Papos interessantes

Nem sempre é fácil manter a conversa fluindo quando nos encontramos com pessoas que não conhecemos tão bem, como colegas de trabalho ou a família do parceiro, não é mesmo?

Pensando nisso, ter um plano B para momentos em que é necessário quebrar o gelo pode ser garantia de sucesso no jantar! Nesse sentido, algumas estratégias podem ser:

  • ter fotos de viagens ou experiências para compartilhar com os convidados, sempre incentivando que a conversa seja recíproca e que eles falem de alguma experiência própria também;
  • ter um jogo ou atividade em grupo preparada para entreter os convidados, caso a festa seja informal o suficiente para isso;
  • e saber evitar assuntos delicados e polêmicos para não levar a conflitos de opinião durante o jantar.

4.4. Sua presença

Finalmente, o jantar não estará completo até que você possa se juntar aos convidados para participar da festa!

Por esse motivo, evite ficar o tempo todo na cozinha, preparando os pratos. Se for preciso, deixe bebidas e taças à mostra para que os próprios convidados sintam-se bem para se servirem.

Nessas horas, além do planejamento para que esteja tudo mais ou menos coordenado ou pronto no momento da festa, pode ser vantajoso contar com serviço profissional para servir as pessoas, cuidar da limpeza e organização da cozinha, da finalização dos pratos e, por que não, até mesmo de todo o menu!

Para quem não sabe, é possível, inclusive, chamar um chef para preparar o seu jantar em casa, da compra dos ingredientes à limpeza da cozinha. Já pensou?

5. Limpeza: arrumando tudo depois da festa

Talvez a parte menos divertida e agradável de se receber pessoas queridas na nossa casa seja essa: a hora de limpar e arrumar a bagunça depois que todos foram embora.

Ainda assim, é possível adotar várias medidas a fim de diminuir o trabalho pesado depois da festa e até mesmo fazer dele uma forma de relaxamento. Quer ver? Anote nossas estratégias e coloque os pés para cima mais rápido:

5.1. Faça a pré-limpeza durante o jantar

Já vimos que não é legal — nem para você, nem para os convidados — que o anfitrião passe toda a festa ocupado no lugar de curti-la, certo? Assim, não estamos dizendo que você deve ir para a pia e lavar a louça no meio do evento, porém, algumas medidas rápidas podem contribuir para facilitar seu trabalho mais tarde.

A cada nova etapa do jantar (isto é, na passagem dos petiscos para a entrada, em seguida para o prato principal, e assim por diante), tire cinco minutinhos — mas não mais! — para recolher copos, guardanapos, pratos e talheres sujos e que não vão mais ser usados.

Ao colocá-los na cozinha, se houver tempo, procure passar um pouco de água corrente em cada um dos pratos, empilhando-os com os menores sobre os maiores, e deixe água também nos copos e taças. No caso dos itens muito engordurados, o ideal é passar água quente. Junte os talheres em um pote ou copo e deixe tudo de molho.

Essa manobra rápida vai evitar que a sujeira se seque e grude na sua louça, permitindo acelerar a lavagem mais tarde ou no dia seguinte.

5.2. Use louça e talheres alugados

Outra opção bastante prática e que pode valer a pena, principalmente para jantares com mais de 8 pessoas, é alugar a louça e até mesmo as toalhas de mesa e guardanapos no lugar de usar o que você tem em casa.

Pesquise para checar se essa opção cabe no orçamento da festa e confira, ainda, se a empresa oferece a opção de entregar e buscar os itens alugados na sua casa. Desse jeito, não é preciso lavá-los, só organizá-los de volta nas caixas em que vieram.

5.3. Saiba ajeitar a casa rapidamente

Ao fim da festa, depois que os convidados partirem, a última coisa que você deve querer é passar horas limpando a casa e arrumando tudo, não é verdade? E a boa notícia é que você não precisa mesmo fazer isso!

Com um pouco de cuidado, é possível organizar as coisas rapidamente para dormir com tranquilidade e terminar a parte mais pesada da limpeza no dia seguinte, depois de descansar. Para isso, é só seguir esses passos:

  1. Guarde a comida, sobretudo os itens mais perecíveis, colocando-os em potes ou cobrindo o recipiente em que foram servidos com plástico-filme.
  2. Coloque as bebidas que sobraram na geladeira. Você pode usar rolhas reaproveitáveis para os vinhos ou cobri-los com plástico-filme também.
  3. Passe um pouco de água sobre todos os pratos e copos, deixando talheres, recipientes, utensílios e panelas de molho com água e um pouco de detergente. Empilhe tudo dentro da pia ou num cantinho da bancada.
  4. Passe a bucha e em seguida o rodinho sobre a pia, de modo que você possa usá-la sem obstruções para fazer o café da manhã no dia seguinte.
  5. Recolha os guardanapos da mesa e sacuda a toalha ou os jogos americanos para retirar farelos e restos de comida antes de colocá-los no cesto de roupa suja ou de molho em uma bacia.

Prontinho! Agora é só dormir sabendo que você já adiantou bastante o serviço para o próximo dia.

5.4. Relaxe durante a faxina no dia seguinte

Pela manhã, tome seu café sem pressa e, antes de lavar a louça, colocar as toalhas de mesa para lavar e passar uma vassoura na sala de jantar, coloque uma música empolgante e faça da faxina uma diversão.

Depois, com tudo em seu devido lugar, não deixe de se recompensar pelo trabalho bem-feito e pelo sucesso do jantar assistindo a um filme ou uma série, ou então lendo um livro enquanto descansa!

Procure não marcar nenhum compromisso importante nem deixar obrigações para fazer nesse dia.

Conclusão

Planejar um jantar na sua casa com cuidado e atenção não é apenas uma maneira de evitar contratempos e fazer com que tudo aconteça como esperado.

Esse é também um jeito de garantir que você e os seus convidados tenham uma noite tranquila e agradável para aproveitarem o tempo juntos. Afinal, é esse o objetivo mais importante do encontro, concorda?

Agora que você já sabe como organizar um jantar dos sonhos por conta própria, aproveite para comentar compartilhando as suas experiências em casa. E não se esqueça de que você pode, sim, contar com uma mãozinha (ou o braço todo!) de um chef profissional do Meu Bistrô!