Jantar italiano: por que essa culinária agrada tanto?

Massas, molhos, sabores acentuados e um bom vinho. Se você se identificou com essas características, já percebeu que estamos falando de comida italiana. Mas já se perguntou por que esse cardápio é tão querido? Uma coisa é certa, um bom jantar italiano, recheado de vários preparos da cucina d’Itália, agrada muita gente!

Não é difícil perceber a influência italiana na gastronomia no Brasil. Seja em restaurantes, seja na casa de amigos, familiares ou mesmo na sua casa, as marcas dessa culinária estão sempre presentes

Neste artigo, vamos sugerir alguns pratos italianos que podem fazer parte do próximo jantar que oferecer aí, na sua casa. Continue a leitura e prepara-se para ficar com água na boca!

Jantar italiano: o que você pode servir

Um típico jantar italiano deve ser, em primeiro lugar, farto para fazer jus a sua terra de origem. Em segundo, precisa ter das entradas às sobremesas um toque especial da mamma, do pappà, do nonno ou da nonna. Veja algumas sugestões fáceis de preparar e muito saborosas.

Brusquetas

As brusquetas são o carro-chefe das entradas da cozinha italiana. Simples de fazer, com  todo o sabor do país de origem e muito agradáveis, a receita leva pães italianos, que podem ser ciabatta ou baguete italiana, tomate, muçarela e uma boa pitada de orégano. Esse é o clássico preparo e não dá trabalho.

Tábua de queijos e frios

Para petiscar e bater um papo em família ou com amigos, a tábua de queijos e frios garante uma boa recepção aos seus convidados. Nem todos os queijos são de origem italiana, até porque esse universo culinário é grande demais para ser de um só país, porém, temos ótimas amostras da região.

Provolone, parmesão, gorgonzola e muçarela, não podem faltar. O presunto de parma também marca presença e os salames artesanais são ótimos para fechar a tábua, que ainda pode levar azeitonas.

Rondeli

O rondelli é uma massa fresca enrolada que lembra muito um rocambole de carne. Mas aqui o assunto é massa e o rondelli vem cortado em fatias generosas com vários recheios, entre eles a dupla presunto e queijo, ou o tradicional quatro queijos.

Caneloni

O caneloni parece muito com uma panqueca, mas com massa mais espessa. Ele pode ser recheado de diversas maneiras. A ricota, por exemplo, massa derivada do queijo, tem textura mais seca, quebradiça e sabor leve. Ele também pode ser recheado com frango e catupiry, queijo e presunto, entre muitos outros sabores.

Molhos

Massas não seriam nada sem seus molhos, que se dividem em diversos tipos:

  • molho ao sugo: feito com tomates batidos até que eles fiquem em pedaços;
  • molho bolonhesa: feito com tomate, carne moída e variados temperos;
  • molho pesto: molho de sabor muito acentuado, geralmente feito de manjericão;
  • molho branco: é o clássico bechamel, feito com uma base de creme de leite.

Vinho

O vinho é o complemento que harmoniza um jantar italiano e traz o sabor das terras do país europeu à sua mesa. Chianti, Barolo, Brunello di Montalcino ou o famoso Prosecco, espumante da Itália, dão o charme e o sabor especial ao momento.

Panna cotta

Gelatina, açúcar, extrato de baunilha e uma calda de morango fazem da panna cotta uma receita irresistível para fechar a noite de jantar italiano. O sabor é delicado e doce na medida certa.

Tiramisù

Receita que leva bolachas champanhe, queijo mascarpone (que é um tipo muito cremoso e ideal para doces) e chocolate polvilhado. Um doce mais consistente, perfeito para quem gosta de sabores marcantes.

O que concluímos com esses pratos? Que um jantar italiano, certamente, agrada por conta da sua combinação de sabores tão perfeitos e equilibrados, somado a uma mesa farta e cheia de afetividade!

Concorda com isso? Então compartilhe este artigo em suas redes sociais e faça com que mais pessoas conheçam as maravilhas da cozinha italiana!